35 - Andando Sob a obediência da Voz de Deus

Andando Sob a obediência da Voz de Deus

Muitas vezes nos deparamos em constante luta para ouvirmos a voz de Deus e descobrirmos qual é a vontade perfeita Dele nas nossas vidas. Às vezes fica difícil distinguir a voz de Deus porque em nossa consciência há desobediência ou até mesmo porque temos muitas outras vozes dentro de nós tentando nos dizer o que fazer. Quantas vezes você já pensou ter ouvido a voz de Deus, mas não tinha certeza se era realmente Ele falando com você? Você já hesitou fazer algo porque estava com medo? Talvez você tenha tentado seguir certas instruções por acreditar que eram provenientes de Deus e no final das contas acabou descobrindo que não eram.

Ficamos tão amedrontados e intimidados com certas situações que  acaba sendo difícil identificar o que é verdade. Assim como você, eu também já passei por este conflito interno para conseguir escutar a voz de Deus. O que eu mais queria era ter um celular vermelho e bem chamativo que recebesse ligações do Céu, ai sim, eu nunca teria nenhuma pontinha de dúvida se era mesmo Deus falando comigo. Por que é tão difícil escutar a voz de Deus? Tenho certeza que todos nós teríamos prazer em obedecê-Lo se soubéssemos sem sombra de dúvidas que era nosso Senhor falando conosco. Talvez se ouvíssemos uma voz estrondosa ou se Ele enviasse um anjo à terra, já nos ajudaria muito. Se tivesse a certeza que era Ele eu o obedeceria e certamente você faria o mesmo.

Há um lugar no espírito que não fica muito longe de onde você está agora, no qual você saberá se é Deus ou não falando com você. Temos muitas escolhas dentro de nós mesmos, essas escolhas tentam dar palpite e interferir nas nossas decisões. São diversos fatores que podem nos influenciar: nossa criação, intelecto, nossas inseguranças e até mesmo o diabo. Porém dentre todas as vozes, a mais alta e a que muitos de nós escutamos, é a voz das nossas emoções.  Nossas emoções fazem parte da nossa alma e muitas vezes nossas ações são baseadas em nossas emoções. Talvez você tenha dito ou feito algo involuntariamente porque estava com raiva, magoado ou se sentiu usado.

Já estava no ministério há alguns anos quando descobri o poder que minhas emoções exerciam sob mim. Levou um tempo para compreender minha luta interna. Lembro-me que estava prestes a tomar uma decisão que mudaria minha vida e a batalha para descobrir qual voz deveria ouvir continuava. O primeiro problema é que eu não me dei conta de que estava numa luta interna. Eu achava que já havia escutado Deus falar comigo e estava pronto para mudar tudo porque havia escutado a voz Dele. Vocês não fazem idéia do quanto fiquei chocado ao descobrir que não era Ele e sim minhas emoções me dizendo o que fazer. Minhas emoções gritavam tão alto dentro de mim que cheguei acreditar que elas eram a voz Deus. Fazia pouco mais de três anos que congregava no ministério Brother Novel’s quando fui afrontado por um sentimento de insatisfação. Era como se nada havia mudado. Tudo estava exatamente como era quando cheguei lá, as pessoas não haviam mudado e lá estava eu fazendo exatamente a mesma coisa, senti que não queria mais ficar no ministério. Não conseguia encontrar alguém ou alguma coisa que pudesse ter despertado aquele sentimento em mim, eu simplesmente não tinha mais vontade de acordar e ir para o trabalho. Todos os dias sentia-me confuso e deprimido. Meus amigos perceberam que havia algo de errado comigo, mas eu não contei nada a eles. Acabei chegando à conclusão de que minha insatisfação era um sinal de Deus, Ele queria que eu fizesse algo a respeito.

A voz mais alta dentro de você pode não ser a voz de Deus. Eu sempre tive vontade de voltar ao Canadá para ministrar lá e sentia que estava na hora de partir. Disse a um amigo que Deus tinha falado comigo e que estava me preparando para me mudar e fundar meu ministério. Mal sabia que estava prestes a me decepcionar. Nossas emoções podem influenciar e falar muito alto nas nossas escolhas. Lembre-se sempre que é você quem terá que dominar suas emoções, nunca deixe suas emoções te dominar. Tinha até escolhido uma data em segredo, estava planejando minha partida, estava pronto para entregar minha carta de demissão. Havia um pequeno problema, bem no meu íntimo eu não conseguia me sentir em paz. Sentia-me bem com a idéia de partir, pois ficava animado só de pensar no rumo que minha vida tomaria, mas não conseguia sentir paz, havia um desconforto que me acompanhava o tempo todo. Estava vivendo um turbilhão de emoções e tudo parecia muito confuso. Achava que a saída era mudar a situação na qual me encontrava e o simples pensamento de sair daquele lugar já me deixava feliz, mesmo assim fiz um pacto com Deus, pois apesar de estar em busca de clareza de pensamento e passando por uma luta interior, eu não queria me afastar da vontade de Deus para minha vida. Disse a Deus que apesar de sentir de todo o meu coração e acreditar que era da vontade Dele que eu fosse embora eu não tomaria decisão alguma até me sentir em paz. Decidi NÃO tomar nenhuma decisão precipitada até que me sentisse completamente em paz.

Por aproximadamente três meses continuei acordando cedo para ir ao trabalho. Naquela época eu lecionava na Bible College. Vivia dia e noite  numa luta constante, estava insatisfeito. Minha vitória chegou, acordei no dia primeiro de Janeiro e senti que tudo estava bem, sentia-me calmo. Era como se conseguisse ser eu mesmo novamente, estava motivado e finalmente havia encontrado a paz que tanto buscava. A verdade é que eu não reencontrei minha paz, pelo contrário, ela estava sempre lá. Minhas emoções é que falavam tão alto que me impediam de enxergar que já estava vivendo de acordo com a vontade de Deus, só consegui escutar as instruções de Deus claramente quando venci minhas emoções. A simples postura de esperar até que tudo se esclarecesse me livrou de fazer uma escolha ruim. Aprendi uma lição valiosa com isso. Deus estava me ensinando sobre obediência. Descobri que estava sendo testado e não havia me dado conta disso. A lição era aprender  diferenciar a voz das minhas emoções e a voz Dele.

O diabo estava tentando me controlar por meio da depressão. Nunca tome uma decisão quando  estiver sob pressão. Espere até que você tenha certeza de que não é o que você quer fazer mas o que Deus quer que  você faça. Agora  eu compreendo que quando estamos no meio de uma grande confusão nunca devemos tomar decisão alguma, não devemos confiar nos nossos sentimentos diante de circunstâncias como essas, devemos confiar em Deus e no caminho que  ele nos colocou. Passei a transmitir aos meus alunos que eles nunca deveriam tomar uma decisão mediante oportunidades ou  frustrações. Se você fizer isso, será guiado pela voz Dele que habita dentro de você. Quando não escutar essa voz interior, você será guiado pelo diabo, será conduzido por suas emoções e não por Deus.

Espere sempre até que a paz te envolva, somente quando sentir paz, você poderá escutar a voz Dele. O diabo sempre tenta nos enganar e usar suas artimanhas, mas ele não me pega mais. Se você se deixar levar pelas suas emoções, estará deixando o inimigo trabalhar com as circunstâncias e ele te levará aonde ele quer que você vá. Por esta razão é tão importante entender e vencer nossas emoções. Vamos ficar inatingíveis ao inimigo e ser guiados pelo Espírito!

Quando estava na Bible College, recebi um telefonema de um homem que queria se inscrever no curso em Setembro. Faltavam apenas três meses para o início das aulas, mas ele queria saber se eu ainda poderia aceitar a inscrição dele. Ele me disse que  há alguns meses já havia feito a inscrição e tinha sido aceito no curso, portanto queria saber se a inscrição ainda era válida. Encontrei os papéis dele que estavam arquivados, dei uma olhada. Ele parecia ser um ótimo candidato. Pedi uma referência para o Pastor dele e disse a ele que fora aceito. Então ele começou a me contar sua estória. Disse que já havia tentado ingressar no curso por três anos consecutivos, ele havia feito planos para se mudar e fazer parte do ministério, mas algo fora do comum acontecia. Todos os anos, sempre que ele já havia preparado tudo, enfrentava problemas financeiros e era obrigado a desistir. Naquele ano, ele achava que as coisas seriam diferentes, ele estava empolgado para começar o curso porque dizia: “Agora estou pronto!”. Escutei tudo que ele tinha para me dizer e disse que esperava que ele viesse, mas eu não acreditava que ele conseguiria vir para a Bible College naquele ano. Ele disse: “O quê? Claro que vou conseguir!  Tudo está em ordem e Deus me disse que vou me mudar “. Eu disse a ele que acreditava na revelação de Deus, todavia disse que “algo inacreditável” aconteceria um pouco antes dele partir, e que ele perderia controle de suas finanças. Ele me respondeu: “Vejo você em Setembro.” Notem que o diabo encontrou a ferramenta correta para dominar aquele homem. Ele o controlava através do medo. Ele acreditava que não poderia seguir a voz de Deus se suas finanças não estivessem em ordem. Portanto, ano após ano, o diabo o neutralizava com sentimentos de medo e se aproveitava das circunstâncias para impedi-lo de obedecer a Deus. Ele nunca compareceu às aulas, e conclui que havia acontecido a mesma coisa.

Muitos dos nossos sentimentos são carnais; provêem da nossa alma. Alguns desses sentimentos são citados em Gálatas: Ódio, contenda, ciúmes, ira, ambições egoístas, inveja, entre muitas outras. Todos estes sentimentos não provêem de Deus e precisamos desafiar estes sentimentos como mentirosos, eles não são verdadeiros.

Medo, insegurança e solidão não são dádivas de Deus e sim sentimentos que brotam na nossa alma com o intuito de nos controlar. Algumas pessoas tentam fazer o que for preciso para calar todos os sentimentos que brotam em suas almas. O plano do inimigo é fazer com que você foque na voz errada. Não queremos apenas calar estas vozes que dominam nossas almas e emoções, queremos também ter a destreza de destruí-las para que assim elas não possam nos dominar. O plano de Deus para você é treinar sua alma para saber o que responder a ela nestas situações.

Davi nos conta como ele lidou com seus sentimentos no Salmo 131:1:“SENHOR, meu coração não é  orgulhoso, não me envolvo com coisas grandiosas ou profundas para mim.”Ele se humilhou diante de Deus. Escolheu seguir a Deus e não se preocupar com as coisas ao seu redor. Quando Davi entregou o controle de tudo para Deus, ele se libertou de ser controlado pelas circunstâncias. “De fato, acalmei e tranqüilizei minha alma, sou como uma criança recém amamentada pela mãe, a minha alma é como essa criança.” 

Em seguida, Davi teve que lidar com sua alma como uma mãe faria ao amamentar uma criança. Suas emoções não querem escutar você ou Deus, elas querem seguir as circunstâncias. Sua alma quer que as coisas sejam do jeito dela, mas você terá que fazer com que ela escute a vontade de Deus.  Quando temos controle dos nossos sentimentos o diabo não consegue nos manipular, somos guiados somente pelo Espírito de Deus. Foi preciso orar em línguas uma estação do ano inteira para no final poder colher frutos da minha obediência. Fiquei mais calmo e não me deixava ser levado pelas minhas emoções carnais. Eu já não tinha dias bons ou ruins, tinha somente dias bons. Veja bem, você consegue dominar sua alma e suas emoções através do seu novo espírito.

Em Efésios 3:16-17 aprendemos como fazer isso: “Segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior  e que Cristo habite em vossos corações mediante a fé; e oro para que, estejam arraigados e alicerçados em amorPortanto quando fortalecermos o nosso espírito ( homem interior) com a prática de oração em línguas, venceremos esta guerra de vozes que querem nos dominar. Talvez você se sinta perdido, fraco ou fora de controle às vezes, mas não faz mal, pois o simples fato de continuar orando no Espírito estará fortalecendo seu homem interior e lhe dará o poder que você precisa para dominar suas emoções.  Seu amigo,

ASSINATURA ALAN

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net