54- Creia no que Deus diz que você é!

Creia no que Deus diz que você é!

       Eu olho para as nações e vejo uma grande multidão de pessoas que desejam andar com Deus. Existe uma fome  se

movendo ao redor do mundo para um relacionamento verdadeiro com Deus. E pessoas autênticas não estão mais satisfeitas em simplesmente fazerem coisas para agradá-Lo; estão ansiosas para conhecê-Lo das profundezas dos seus corações. Eu mesmo era uma dessas pessoas, ansiando por um relacionamento verdadeiro e íntimo com o meu Pai Celestial. No entanto, apesar de todas as minhas tentativas para agradá-Lo e ganhar o Seu favor, eu sempre ansiava por mais.

       Romanos 8:15-16 diz: "Porque não recebestes o espírito de escravidão novamente para temor, mas recebestes o Espírito de adoção pelo qual clamamos:" Aba, Pai ". O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus "

       Eu entendi através das Escrituras, que Deus sempre desejou caminhar comigo como um Pai caminha com seu filho, mas como eu faço para que isso aconteça? Pode uma pessoa como eu, que nunca teve uma grande experiência com seu pai natural, aprender a andar com Deus desta maneira? Eu desejei com toda a ânsia do meu ser, desfrutar com Ele cada momento do meu dia a dia, sabendo realmente que tenho um Pai perfeito que me ama,

que acredita em mim e que jamais desistirá de mim.

       Eu desejava ter paz no meu coração relacionada a Deus, mas ao invés disso, havia um vazio dentro de mim, que tinha que ser preenchido; e a maneira que eu encontrava para suprir era através da obras que eu fazia.

Eu dava para Ele ofertas da minha santidade como uma forma de ganhar à aprovação Dele. E mesmo que eu tivesse um dia excelente, tendo a sensação de que havia feito algo bom e que Deus estava feliz comigo, ainda assim, no dia seguinte eu teria que fazer tudo novamente. Sempre me sentia devedor. Muitos crentes estão tendo os seus corações mais afastados de Deus, pelo fato de que os seus relacionamentos estão travados neste lugar de insegurança.

       Nós não somos uma religião, somos uma família. E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo Poderoso.2 Coríntios 6:18.      Gostava de ver as crianças brincando com seus pais e ficava observando o quanto elas expressavam a alegria de serem completas por este amor paternal. Sentiam-se seguras, protegidas e providas, simplesmente, porque elas estavam com os seus papais. Gostava de ver o quanto os meus filhos ficavam satisfeitos com o meu abraço; o quanto este gesto enchia os seus corações de alegria e segurança. Era isso o que eu tanto desejava com o meu Pai Celestial: um relacionamento construído no amor, e não em obras. Eu servi fielmente a Deus, grande parte da minha vida, sem contudo me sentir seguro em apenas estar com Ele; eu sempre estava tentando dar-lhe alguma coisa ou buscando provar-lhe algo, no intuito de fazer por merecer estar ali. Nunca me senti em paz por simplesmente estar com Ele. Ficava observando e procurando saber mais sobre Deus. O que eu estava perdendo a respeito Dele? De que maneira poderia chamar o Nome Dele? Qual a maneira de adorá-Lo? Existia algum código secreto na Bíblia, que me ajudasse a desfrutar de Deus como meu Pai? Talvez a falta de santidade na minha vida, me impedia disto? Por que eu não podia aproveitar Deus como meu Pai?

       Um dia eu descobri o que realmente estava buscando; encontrei o ingrediente secreto que sempre parecia estar faltando. Não tinha nada a ver com o meu entendimento de

Deus, mas sim, com a maneira como eu me olhava.  Orar no Espírito Santo me ajudou a descobrir quem eu era como filho de Deus. Essa é a minha história. É o relato de como um homem simples, que andava se sentindo somente servo de Deus, foi transformado ao ponto de caminhar com Deus, a cada dia, se sentindo filho de Deus.

        Agora, todos os dias eu acordo e estou em paz com o meu Pai, meu coração está cheio do Seu amor por mim e estou satisfeito. Quando eu vou dormir à noite eu me sinto seguro e protegido, porque descobri que quando Deus se tornou meu Pai, eu também me tornei Seu filho. Diante de uma multidão de cristãos, se eu pedisse para que levantassem as mãos àqueles que acreditassem que Deus curava, com certeza, a maioria deles levantariam as suas mãos em concordância. Se eu perguntasse: “Quem de vocês acredita que Deus é Provedor?” Então, aquelas mesmas mãos estariam levantadas. Eu poderia continuar a perguntar sobre o Amor e a Fidelidade de Deus; então mãos estariam sendo levantadas novamente. No entanto, se eu encontrasse essas mesmas pessoas fora da igreja e perguntasse à elas, de forma privada, se elas acreditavam que Deus era o seu Provedor, o seu Curador e o seu Libertador, eu receberia uma resposta diferente. A maioria das pessoas me diria que Deus é todas essas coisas maravilhosas, mas elas não acreditam que seriam dignas o suficiente para que Deus fosse todas essas coisas para elas.

       Hoje em dia a falta de valor próprio (se sentir indigno) é uma praga nas nossas igrejas. Ela nos condena a olhar para as nossas fraquezas e lutas, ao invés de olharmos para a grandeza de Deus e o Seu amor por nós. É um ciclo interminável de lutas e batalhas para alcançarmos a santidade perfeita e ganharmos à aceitação de Deus. É isso que a religião e a falta de valor próprio têm feito com muitos cristãos.

       Se nós construirmos o nosso relacionamento com Deus baseado na nossa habilidade de fazer coisas para Ele, então, nunca seremos dignos o suficiente para recebermos qualquer coisa Dele, incluindo o Seu amor. Nós podemos ver a partir de Gálatas 4:6-7: E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.”

       O maior desejo de Deus quanto à sua vida é que você

permita que Ele seja Seu Pai. Ele moveu Céu e Terra, simplesmente, para que fosse possível que nós nos tornássemos seus filhos, nascêssemos em Sua família. Nós nascemos pela primeira vez de nossos pais terrenos e devemos nascer de novo, por fé, na família de Deus, para termos um Pai Celestial. E desta maneira, não somos mais escravos do pecado, pois nascemos de Deus, com a natureza Dele dentro de nós. Não somos mais desse mundo. Agora chamamos o Céu de casa, e Deus de nosso Pai.

       Agora você é um herdeiro de Deus e está livre para receber tudo o que o Céu possui, para dentro da sua vida, não pelo fato de quão perfeito você é, mas baseado em quem você é como filho de Deus. Baseado na sua fé colocada em quem Ele diz que você é!

Eu creio que você crê que Deus é quem Ele diz que Ele é, mas você crê no que Ele diz que você é? Talvez você seja capaz de listar todas as suas fraquezas e falhas em um pedaço de papel, como razões para se ver como não digno, mas se você puder crer que agora é filho Dele e também Seu herdeiro, estará livre para receber todas as bênçãos.

       Creia que você está livre para receber por quem você é, e não por aquilo que você faz. Quando Deus olha para você, Ele sempre vê quem Ele o fez. Ele acredita em você, acredita no seu futuro. Será que você pode aceitar quem Ele o fez ao invés de quem a sua carne diz que você é? Você pode abraçar a beleza do espírito de Deus (nova natureza) que está em você?

       Portanto se você puder, encontrará a paz, o amor e a alegria que sempre esteve procurando, pois já estão dentro de você. Você é filho(a) Dele, aceite isso!

Seu amigo,

                                                          Alan Taylor

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net