74- A árvore do conhecimento do bem e do mal

A árvore do Conhecimento do bem e do mal

Durante esses anos que tenho buscado  conhecer a Deus, muitas coisas têm mudado em meu entendimento. Eu tenho amadurecido e suponho que isso seja  normal; as mudanças em nosso entendimento vão acontecendo à medida que formos sendo edificados pelo Senhor e Sua Palavra. Uma das principais razões que fizeram com que a minha maneira de pensar com relação a Deus fosse mudada, foi o fato de que eu cresci no entendimento do quanto Deus é um Pai de Amor!

Se há uma revelação que eu classificaria como sendo a mais importante para um cristão  entender, com certeza  seria a de que ele conhecesse o Amor do seu Pai Celestial por ele.  É impossível para Deus agir fora do amor.

Eu sempre soube que Ele é Amor, mas para ser bem honesto, houve um período da minha vida que aceitar esse simples princípio foi bem difícil.

Em  1 João 4:16, lemos: "E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele". Há algumas passagens bíblicas, principalmente  no Velho Testamento, que quando eu as lia, me mostravam um Deus irado e impaciente, até o momento em que eu entendi  que Deus é só Amor.

No instante em que  comecei a ver esse amor, eu também comecei a ler certas passagens bíblicas sob o prisma de uma luz mais brilhante do que eu tinha visto antes.

Passagens da Escritura onde eu  interpretava  a raiva como sendo a Sua motivação, na verdade, começaram a mostrar-me o contrário.  Comecei a entender que verdadeiramente a maneira mais profunda e simples para compreendermos as Escrituras Sagradas  é por meio da  brilhante  verdade de que Deus é Amor; dessa maneira, Ele revelará os  versículos da bíblia numa interpretação precisa do que realmente se encontra no Seu coração. Os versículos que O haviam pintado antes  como sendo uma  figura confusa em minha mente, começaram  a mostrar-me o seu verdadeiro Amor para conosco, como sendo  Seus filhos.

Na minha caminhada cristã, um grupo de versículos me intrigavam com relação a Deus. Na verdade, eu vejo, que a definição por trás deles foi tão universalmente aceita como doutrina na igreja, que alterou a visão de Deus, como sendo um Pai, para os homens. Eu gostaria de examinar esses versículos sob a luz do brilhante Amor de Deus por nós.

Quando olharmos para essas escrituras que irei citar, por favor, permita-me  assumir diante de você,  a posição de opinião, e não de doutrina. Em outras palavras, eu não estou dizendo-lhe que essas escrituras estão afirmando, mas simplesmente  desejo dar-lhe uma outra maneira de enxergá-las,  mostrando que talvez o que temos aceito como sendo  verdade, realmente não seja.

Desde o momento em que eu compreendi quem Deus era, eu acreditei que Ele criou Adão e Eva, e colocou-os em um belo jardim chamado Éden. No entanto, porque eles eram perfeitos em todos os sentidos, era necessário colocar a tentação no jardim, para que dessa maneira a  obediência deles a Deus pudesse ser testada. O raciocínio por trás desse fato, era para demonstrar que realmente eles amavam a Deus e por isso, teriam a oportunidade de escolher entre Deus e o pecado. Eles também provariam a si mesmos que eles amavam a Deus, portanto receberam esse presente de sedução. Pensando assim, a tentação foi colocado no meio deles pelo próprio Pai, que os criou à Sua imagem.

As escrituras que estamos examinando está em  Gênesis 2: 8-9:  "E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden, na direção do Oriente, e pôs nele o homem que havia formado. Do solo fez o Senhor Deus brotar toda sorte de árvores agradáveis à vista e boas para alimento; e também a árvore da vida no meio do jardim e a árvore do conhecimento do bem e do mal".

Tem sido amplamente aceito que Deus fez a Árvore do Conhecimento, simplesmente porque lemos que "Deus fez nascer do solo toda espécie de árvores  agradáveis aos olhos e boas para  alimento". No entanto, se você olhar atentamente para as palavras que se seguem, elas poderão mudar completamente a nossa percepção desses versos. Não é a fala de que " Ele fez brotar" , mas na frase seguinte, onde ocorre uma separação clara entre a  Árvore da Vida  e a Árvore do Conhecimento,  das outras árvores.

Quando a escritura diz que "também no meio", isso separa estas árvores do resto das outras árvores. Seria como se eu estivesse  dizendo que  trouxera os meninos para o jogo de futebol na minha van,  e dissesse que  também John e Steve estavam no meio do campo jogando . Você poderia interpretar isso acreditando que porque eu trouxera  os meninos para o jogo , então  o John e o Steve também vieram na van, ou você poderá interpretar que o John e o Steve vieram separadamente.

Na verdade, vemos que algumas traduções usam a palavra  "e" em vez de "também", o que pode nos ajudar a enxergar muito  mais claro que essas árvores são diferente das outras. Não há dúvida de que elas estavam no jardim, mas poderemos notar que elas são diferentes das outras árvores e, o mais importante,  traz a possibilidade de que Deus não era responsável  pela  árvore do Conhecimento do Bem e do Mal estar lá.

Eu sei que muitos teólogos usam grandes argumentos dizendo que as duas árvores são símbolos de coisas espirituais e não de coisas reais, e por isso são diferentes de todas as outras. No entanto, essa é uma discussão diferente, no  nosso foco vamos considerar literalmente, que estas duas árvores  são reais com frutas reais, mas que possuem propósitos diferentes das outras árvores naturais. Agora a minha próxima pergunta é:  Se Deus não é o responsável pela Árvore do Conhecimento, então quem é?

Para compreendermos  a possibilidade Dele não ser, vamos primeiramente olharmos  para Deus, que por definição é Bom.  Em 1 João 1: 5,  lemos: "Ora,  a mensagem que, da parte dele , temos ouvimos e vos anunciamos é esta: que Deus é luz e não há nele treva nenhuma". E o Salmo 92:15, diz: " para anunciar que o Senhor é reto; Ele é a minha rocha, e nele não há injustiça. ".

Essa é a prova de que é impossível que Deus tenha alguma ação enraizada na injustiça. Crendo que Deus é somente  luz e amor, então de onde é que o mal vem?  Isso  traz questões lógicas, tais como: "Se não há nenhum mal em Deus, como Ele poderia criar o mal para tentar Adão e Eva ? "E" se não há mal em Deus, como Ele poderia criar a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal?

Podemos encontrar nas Escrituras  Sagradas, exatamente como o mal foi concebido, e não veio de Deus, mas do coração de Lúcifer. Não existia no Céu, até  que essa perfeita e bela criação de Deus veio a produzir o mal a partir do seu  próprio coração. Essa  história está contada em Ezequiel 28: 13-17, onde lemos: "Estavas no Éden, jardim de Deus; de todas as pedras preciosas te cobrias: O sárdio, o topázio, o diamante, o  berilo, o ônix, o jaspe, a safira, a turquesa e a esmeralda; de ouro se te fizeram os engastes e os ornamentos; no dia em que fostes criado, foram eles preparados. Tu eras  o querubim da guarda ungido e te  estabeleci; permanecias no monte santo de Deus; no brilho das pedras andavas.  Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti. Na multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado,  fora do monte de Deus; e te farei perecer, ó querubim da guarda, em meio ao brilho das pedras. Elevou-se o seu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; lancei-te por terra,  diante dos reis te pus, para que te contemplem".

Satanás foi criado perfeito e belo, mas foi dentro do seu próprio coração que ele fez nascer o mal. Esse Querubim perfeito tornou-se a única criatura que nunca deixará de  experimentar o bem e o mal. Antes desse momento, não havia registro de qualquer  criação possuir esse conhecimento.

Lemos como Satanás estava no jardim do Éden, o que prova que ele invadiu ilegalmente o nosso mundo, e  em João 8:44, está registrado a fala de  Jesus dando  a Satanás o título de pai da mentira, assassino e possuidor de maus desejos. "Vós sois do diabo, que é o vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio, e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. "

Jesus não diz que a verdade é o pai deles , mas puramente coloca a culpa da existência do  mal em Satanás.

Lucifer é uma criatura antiga que foi criado na eternidade antes que o homem existisse, e ele é o pai do mal. Se você seguir a trajetória de  cada atitude malígna, por um longo caminho, chegará nele. A partir da criação  do nosso Universo, ele já estava aqui, pronto  para reproduzir a sua criação de maldade.

Meu Pastor, Dave Roberson, disse uma vez que, "o maior preço pago pelo Céu, foi para que Deus nos desse o livre arbítrio, o poder de escolha ", e podemos ver o desenrolar disso bem diante de nós, pois  Deus não iria impedir Adão de comer da árvore ou impedir Lucifer de entrar no jardim.

Deus nunca irá infringir a nossa liberdade de poder  fazer escolhas, não importa o preço a ser pago. Ele é verdadeiramente fiel à Sua Palavra! Deus não pode mudar quem Ele é e é por isso que podemos crer em Sua Palavra, uma vez que ela durará por toda a eternidade,  como Verdade.

Quero dizer que no Céu não havia nenhuma "árvore da tentação" para testar  qualquer um dos Seus anjos,   criação Dele, para que pudessem provar o quanto eram obediêntes a Deus.

Na verdade, podemos ver que durante  toda a história citada nas Escrituras, a primeira exibição da tentação, ocorreu quando Lúcifer começou a convencer os anjos por meio de grandes palavras persuasivas, de como poderiam derrubar a Deus do Seu Trono.  Ele conseguiu plantar uma semente malígna nos anjos, a ponto de contaminar um terço dos anjos.

Vemos também que no Novo Testamento, quando Jesus foi tentado, enquanto estava no deserto, era Satanás que o tentou, e não Deus.

Quando Pedro também tentou persuadir  Jesus para que ele não fosse para Jerusalém sofrer em nosso lugar,  Jesus repreendeu a  Satanás por  tal pensamento, como está escrito em Mateus 16:23:  " Mas Jesus, voltando-se,  disse a Pedro:" Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço,  porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das  dos homens". Podemos ver por toda a Escritura, que a  fonte de toda a tentação vem do inimigo, então como poderíamos aceitar que Deus seria responsável por qualquer tipo de tentação?

Quando Deus expulsou a  todos do jardim do Éden, Ele estava protegendo-os, para que não comessem da Árvore da Vida, pois se comessem, eles estariam vivendo para sempre nessa nova condição, de morte.  

A Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal não é  mencionada como sendo algo que Deus tenha desejado. Em Gênesis 3: 22-23, está escrito: "Então disse o Senhor Deus:" Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal; assim, que não estenda a mão e tome também da  árvore da vida, e coma, e viva eternamente. O Senhor Deus, por isso,  o lançou fora do jardim do Éden, a fim de lavrar a terra de que fora tomado". Adão e Eva obteram a consciência de que o mal existia e assim se posicionaram ao lado do  inimigo, adquirindo  poder de escolher o mal.

Deus estava resgatando-os quando não permitiu que eles se aproximassem da Árvore da Vida. No versículo 24, lemos: "E expulso  o homem, colocou querubins ao oriente do jardim do Éden e o refulgir de uma espada que se revolvia, para guardar o caminho da árvore da vida ".

Por causa dessa nova condição que adquiriram, de trevas,  a Árvore da Vida causaria danos a eles. Se Deus era capaz de colocar um anjo tão poderoso, com espada flamejante para protegê-los de Sua árvore, então por que Ele colocaria uma "árvore de tentação"  diante deles, que causou danos  irreparáveis? A não ser que Ele não era  responsável pela Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal.

No final, Deus criará um novo céu e uma nova terra para Seus filhos e a Árvore da Vida estará presente para dela nos alimentarmos, como lemos em Apocalipse 22: 1-2: "Então, me  mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês,  e as folhas da árvore são para a cura dos povos".  Este é o lugar final para nós, e Deus está no controle de todas as coisas, operando a nosso favor.

Vemos  aqui, que Satanás e os  anjos caídos já foram lançados no lago de fogo, por toda a eternidade, e não serão mais livres para tentar o homem. Não há menção da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal aqui. Não há nenhuma evidência de Deus testando os Seus filhos no Céu.

As instruções de Deus para Adão eram simples: coma de todas as  árvores,  exceto de uma.  Lemos em Gênesis 2: 16-17: "E o Senhor Deus lhe deu esta ordem: "De toda árvore do jardim comerás livremente," mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás, porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás".  Foi esse o presente que Adão recebeu quando pecou: morreu espiritualmente. E por meio desse ato, ele acabou transmitindo para todos os seus descendentes a morte.  Todos nós viemos de Adão, e por causa de sua ação, ele condenou toda a raça humana, colocando-nos numa estrada cujo final dá para o inferno.

Em vista disso,  nascemos com uma natureza de escuridão, por causa da rebelião de Adão. Para não mencionar a forma como toda a criação de Deus ficou  sujeita ao pecado, ficando deformada, completamente diferente do que Deus havia originalmente planejado. Cada pedaço de destruição ou devastação na história humana, pode ser atribuída ao ato de ter se escolhido comer daquela árvore.

Desde o Holocausto dos judeus, que matou milhões, ao tsunami que matou centenas de milhares, a cada criança deformada, a cada pessoa morrendo de fome; todos esses acontecimentos são frutos do fracasso de Adão diante dessa tentação.

Na criação de Deus não havia tristeza nem ódio, não havia furacões ou terremotos, não havia nenhuma doença e nem morte. O leão não comia o cordeiro, ficavam deitados lado a lado. Toda a humanidade e toda a criação de Deus foi corrompida numa única etapa de desobediência de Adão. Se este era um teste de Deus, foi algo destruidor.

Imagina se eu desejasse colocar a minha filha de oito anos, a quem eu amo com todo meu coração, num teste para que ela tivesse o privilégio de me mostrar o seu amor e lealdade, e assim, inventasse uma tentação para ela. Em primeiro lugar, eu falaria que ela era livre para comer de todos os bons lanches da cozinha, com exceção de um, e no meio de todos eles colocasse uma saborosa barra de chocolate, bem à vista. E novamente diria para ela ser  obediente às orientações de seu pai;  e a deixo sozinha sabendo que outra criança em breve entraria na cozinha e iria tentar convencê-la de que estaria tudo bem se ela comesse da saborosa barra de chocolate, que estava bem no  meio da mesa.

Quando a  minha filha pega o chocolate existe um dispositivo que está ligado a ele,  que leva a um interruptor,  e quando ela desembrulha a barra para comê-la,  o interruptor é ligado e começa  uma contagem regressiva de dez segundos ... nove ... oito ... sete ... seis ... e quando chega ao zero uma bomba atômica é acionada lá  fora, que é tão poderosa que o mundo inteiro é efetuado com a radiação. A radiação persiste e atinge toda a sua geração  que se torna mutante e doente, e assim  geração após geração,  após geração, e assim por   milhões de anos, por causa de apenas um explosão.

Se eu lhe dissesse que  estava planejando testar a minha filha dessa maneira, para que ela pudesse demonstrar  que  me amava , tendo um  tipo de  consequencia assim, com certeza você teria me impedido. A consequencia de Adão ter comido da árvore do Conhecimento do Bem e do Mal foi muito pior.

Romanos 8:20-21, diz: "Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que  a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. ".

Toda a raça humana foi condenado ao inferno, e todas as gerações desde então,  têm sido afetadas pela mutação que o pecado nos trouxe, incluindo a doença e a morte.

Amém, que Jesus veio para nos libertar do que aconteceu naquele momento de desobediência! Foi esse realmente um teste de Deus? Se foi, a consequencia foi um grande desastre.

Olhando para a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal através da luz do Amor de um Pai, tem me ajudado a crer que Deus não traz tentação para as  nossas vidas.

Há uma frase, de uma antiga canção , cujas palavras simplesmente dizem: "Deus é bom, o diabo é mau". Eu não acredito que Deus seja o responsável pela Árvore do Conhecimento do  bem e do mal. Eu não acredito que o diabo tenha  poder para criar algo, mas eu vejo que ele tem a capacidade de torcer e deformar o que já foi criado. Se esta era uma árvore real, com uma fruta real, e não simbólica, o diabo podia ter deformado algo que estava no jardim. Mas se aceitarmos que Deus era o responsável por esta árvore, isso mudará tudo o que sabemos Dele como sendo um  Pai amoroso, e contradiz a imagem que é mostrada ao longo do resto das Escrituras Sagradas.

No contexto destes pensamentos, por favor, considere a possibilidade de que, quando Deus falou para Adão sobre o Éden, o que Ele estava dizendo era: "Eu criei todas estas árvores naturais em torno de você para comer livremente delas. Além disso, no meio do jardim está a Árvore da Vida, que irá conceder-lhe a vida e permitir-lhe viver para sempre. Há também uma árvore, da qual Eu não sou o responsável, que não procede de mim. Este fruto produz a morte e o mal, e se você comer dessa árvore você irá morrer".

Deus é Amor, e você só irá encontrar o Bem Nele e jamais o mal. Em toda a Escritura Sagrada você irá encontrar somente uma razão para todas as ações de Deus: o Amor!

O momento seguinte, após Adão ter desobedecido e falhado, Deus implementou o  Seu Plano de redenção para toda a raça humana. Mesmo em nossas próprias falhas, podemos olhar para Deus e não somente encontrarmos amor, mas também um plano de redenção para os nossos erros. Ele te ama e Ele nunca irá desistir de você; Ele verdadeiramente é um Pai de amor!

                                                                                                                           Alan Taylor

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net