77- O poder do perdão

O Poder do Perdão

Houve uma celebração para o quinquagésimo aniversário de casamento de um casal. Seus nomes eram Gramps e Nanny. Todo mundo estava animado; todas as crianças, netos, bisnetos e amigos estavam lá. Havia uma multidão.

Todos eles se reuniram em torno deles e perguntaram ao vovô o segredo do seu sucesso. Ele disse: "Eu aprendi há muitos anos que se eu apenas dissesse essas duas palavras: 'Sim, querida', então o nosso casamento seria maravilhoso".

Depois que todos riram eles fizeram a Nanny a mesma pergunta, e com a sabedoria de seus cabelos grisalhos ela ficou pensativa e  respondeu: "Eu só tenho uma palavra para definir o nosso sucesso, que é a chave para um relacionamento saudável: perdão!"

Então ela passou a compartilhar com toda a sua família sobre o quanto era importante  a prática de perdoar um ao outro no dia a dia. Em seguida, ela foi além de seu casamento e aproveitou a oportunidade para compartilhar com sabedoria sobre a importância de perdoarmos uns aos outros em nossas vidas cotidianas.

Ela disse: "Cada um de vocês irão enfrentar situações difíceis, ruins e se encontrarão em muitos embaraços, vivenciados ou falados. Não há realmente nenhuma maneira de impedirmos que isso aconteça, de impedirmos de sermos feridos; por isso é extremamente importante aprendermos  o valor de praticarmos o perdão; perdoarmos  quando as pessoas erram e falham conosco e também nos perdoarmos quando erramos e falhamos. "

Ela explicou que essa prática não era somente para o bem do outro, mas também  para a nossa própria saúde, pois a falta de perdão é como um veneno que vai se espalhando através de cada parte de nossas vidas.

Ela mostrou-lhes uma fotografia desbotada, onde ela estava numa praia junto  com  alguns amigos , quando era ainda jovem;  contou-lhes como aquela imagem lhe trazia lembranças agradáveis , de momentos felizes, sendo que até o cheiro da brisa do mar ela conseguia sentir, apesar dos anos.

Nanny  disse que da mesma maneira que ela estava trazendo à memória bons momentos do passados, houve também situações dolorosas que havia experimentado.

Quando você não perdoa uma pessoa,  é como se ambos ficassem aprisionados naquele espaço de tempo, onde tudo aconteceu. É como se uma foto fosse tirada desse momento doloroso e de vez enquando, a imagem surge em nossa memória, e passamos a reviver tudo de novo, enquanto a vida se move ao nosso redor. Essa imagem dolorosa do  passado, nos impede de viver os bons momentos do presente.

Então, com todos os olhos voltados para ela, com todas as crianças a  ouvindo, esta sábia e maravilhosa avó,  abriu a sua Bíblia, e virando-se lentamente, passou a  ler em voz alta os versículos de Lucas 6: 36-38, que diz: " Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai.Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados;dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também".

"Praticar o perdão é uma decisão muito valiosa", disse ela. "Eu sei que as pessoas podem, verdadeiramente,  machucar umas as outras; sei que  podemos fazer isso por acidente e também de propósito. Eu posso ter  ferido  pessoas no meu passado, como também fui ferida. Sei que alguns ficaram marcados por algumas experiências demasiadas ruins, e que esperam por justiça; mas precisamos aprender a perdoar sem buscar pela justiça ".

Cada um de nós já recebeu o completo perdão de Deus por todos os  pecados cometidos, por meio da justiça praticada através Jesus; e é exatamente por isso, que Deus pode nos pedir para perdoarmos aqueles que nos têm ferido, mesmo se não houver arrependimento.

"Mas Nanny", perguntou um deles: "E se a outra pessoa não nos pedir perdão, não reconhecer o dano que tanto nos causou? Ela respondeu:" Embora possamos desejar desesperadamente  que eles cheguem ao um lugar de humildade, de arrependimento, isso pode não acontecer e mesmo assim, é muito importante  perdoá-los ".

O poder para perdoarmos não vem da nossa própria capacidade e também não vem do fato da outra pessoa se arrepender do que ela fez. Quando  pessoas machucam   pessoas, é porque elas ainda não entendem o Amor que Deus tem para com todos.

O fato de perdoarmos irá ajudar a outra pessoa a experimentar do grandioso Amor que Cristo tem para com elas por meio de você .

“O poder de perdoar os outros deve vir de uma revelação pessoal do perdão de Deus para conosco”. Quando verdadeiramente reconhecemos o Seu amor incondicional para com as nossas próprias vidas, passamos esse mesmo amor aos outros.

Jesus disse aos seus discípulos em João 20:23: Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos”.

É apartir dessa posição de aceitarmos o perdão para nós mesmos,  que  conseguimos perdoar uma pessoa que nos feriu.

Quando concedemos o perdão em nosso coração, damos a Deus a fé necessária para que Ele nos ajude com a outra pessoa que nos feriu.  Da parte de Deus vem a graça liberada, graça que necessitamos,  por causa da nossa atitude em perdoar, e isso traz  a cura das lembranças dolorosas.

Nanny compartilhou que se você está vivendo uma fase difícil, onde perdoar parece impossível,  você deve decidir confiar na Palavra de Deus sobre os seus sentimentos,  mesmo que você não consiga sentir o trabalhar Dele nessa situação de dor.

"Todos os dias", disse ela, " cada vez que os sentimentos de dor se levantam, é importante declarar, em Nome de Jesus: "Eu não aceito esses sentimentos! Eu sou completamente curado! Eu perdoo a todos e Deus  também os perdoa, por meio de Jesus!.  Portanto, não importa quanto tempo demore, não pare, porque a cura e a libertação das lembranças do  passado sempre seguirão o perdão! "

As muitas decisões para perdoar, que já tomei durante a minha  vida, sempre me impulsionaram a continuar me movendo em Deus, e a ficar livre do fardo da dor de não perdoar e também das armadilhas que poderiam ter me aprisionado.

Eu tive que perdoar e tive que me perdoar. Para ser bem honesto, em algumas situações eu levei mais tempo para conseguir colocar as minhas emoções alinhadas com a Palavra de Deus.

Entendi que sempre venceremos as nossas feridas, se permanecermos firmes em nossas escolhas para perdoar.

Eu não sei quais são as suas experiências, mas  descobri que muitas vezes,  avós como a Nanny,  têm maior sabedoria do que muitos pregadores, quanto a colocar a  Palavra de Deus em prática.

Muitos já foram machucados e guardam mágoas profundas; outros se feriram a si mesmos. Mas o desejo do coração  de Deus é para que todos sejam livres dessas lembranças dolorosas. Ele quer remover essas fotos antigas e nos fazer avançar em Seu amor ,  em Sua Graça.  Portanto creia: Há poder no perdão.

                                           Seu amigo,      

                                                            Alan Taylor                                                           

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net