79- Súplicas com ações de graças

Súplicas com ações de graças

Qual é a diferença entre pedir a Deus algo que precisamos em nossas vidas com ações de graças e  pedir-LHE simplesmente o que estamos precisando?  Para a maioria das pessoas isso não parece uma questão importante. No entanto, para os cristãos, essa é uma das questões mais valiosas, quando se trata de caminhar na vitória.

Entender a diferença entre os dois, sem sombra de dúvida, nos ajudará a nos  firmarmos por fé na Palavra de Deus durante os tempos difíceis.

No mundo natural, quando você está, por exemplo, jantando,  você PODE pedir para  alguém passar-lhe o sal, e DEPOIS que o mesmo estiver em sua mão, você dirá a essa pessoa que lhe foi gentil: 'MUITO OBRIGADO'! No entanto, no reino espiritual,  fundamentados na Palavra de Deus, confiamos que nas áreas  que ainda  não temos  a plena vitória que Cristo já conquistou em nossas mãos, permanecemos agradecendo a Deus, porque sabemos que Ele já nos deu. Aliás, mais do que isso, por sabermos que TUDO já foi pago, por completo, por meio do  Sangue do Seu Filho Jesus Cristo.

Muitas pessoas permanecem pedindo ENQUANTO não veem a vitória completa em suas mãos, e continuam a se aproximar de Deus, vez por  vez, pedindo que Ele responda às suas orações.

Um ministro estava orando pelos enfermos quando uma senhora se aproximou dele para orar. Ele orou a Palavra de Deus, que por Jesus Cristo ela era curada, e então ele comandou que a doença a deixasse.  Alguns serviços mais tarde ela voltou, pedindo para que  ele orasse novamente pela mesma coisa, e ele se recusou.

Ele não estava sendo mau com ela, mas sim,  tentando ajudá-la a ver que  existe uma diferença quando oramos com fé crendo que já  recebemos; sendo assim,   permanecemos agradecendo a Deus pelo milagre recebido.

O ministro explicou-lhe: "Deus não está impedindo o seu milagre; já oramos  e não precisamos mais pedir-LHE pois  a sua cura já foi comprada. Agora é  sua responsabilidade agradecer-Lhe pelo que Ele já fez, e não permitir que a Sua promessa esteja indo embora, mas permanecer firme, até que ela se manifeste completamente ".

Esse ministro a ensinou a permanecer agradecendo a Deus todos os dias pelo que já foi feito. Em outras palavras, a ensinando a agradecer a Deus  como se JÁ estivesse em sua mão, mesmo que AINDA  não estivesse vendo.

É no tempo da dificuldade, das lutas internas, que a maioria de nós acaba alcançando uma maior intimidade com o nosso Pai Celestial, descobrindo de uma maneira mais profunda, o quanto Ele nos ama e tem estado conosco nesse nosso caminhar.

Para muitos, quando estão fracos e impotentes para poder corrigir alguma coisa por sua própria capacidade, acabam descobrindo o quanto são amados por Deus, de uma maneira inexplicável.

Eu experimentei, pessoalmente, estar mais perto Dele quando passava por períodos de grandes dificuldades.

Precisamos urgentemente saber que Ele nunca enviará tempos difíceis para nós, mas que Ele sempre estará lá para nos  socorrer nesses tempos.

À medida que meus filhos crescem, eles param de querer a minha ajuda em tudo, exceto quando caem ou se machucam. Quando isso acontece, eles vêm até mim por estarem enfrentando esses tempos de dificuldades,   quebrantamentos, e confesso que  saboreio cada segundo desses momentos vulneráveis, porque posso expressar o meu amor para com eles.

Deus é assim conosco. Ele nos fornece conforto quando nos sentimos perdidos e nos oferece  vitória quando permanecemos confiando em Seu amor por nós.

É muito importante que nos lembremos de que as orações não respondidas não são uma rejeição da parte de Deus. Ele não está retendo qualquer porção do Seu amor, poder ou bênçãos de nós.  Nascemos dEle  e somos Seus filhos; Ele deseja mais do que qualquer coisa nos abençoar,  para nos ver caminhando em vitória.

Em 2 Coríntios 1:20 lemos: " Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o sim; portanto é por ele o amém, para glória de Deus por nosso intermédio".

Se conhecermos a vontade de Deus sobre a cura, a provisão e a libertação, então jamais iremos questioná-LO sugerindo que Ele esteja retendo de nós o que estamos  Lhe pedindo.

Alguns lutam com a auto-condenação quando suas orações não são respondidas instantaneamente.

Acreditamos que quando as nossas orações demoram para serem respondidas, é porque estamos com falta de fé e  portanto   estamos falhando em receber,  e dessa maneira , aceitamos o fracasso.

A própria definição de fé nos diz que não é porque você está sempre acima de cada batalha, que você tem fé, mas que é quando você nunca desiste da Palavra de Deus, durante uma batalha.

Sua fé é o instrumento que você usa para  atravessar as batalhas, mesmo que seja um passo de cada vez.

No momento em que oramos a vontade de Deus e pedimos a Sua ajuda, Ele nos responde. E mesmo que não possamos ver a nossa oração materializada em nossa mão, a fé diz para continuarmos agradecendo a Ele como se pudéssemos  vê-la, porque Ele não está  retendo-a de nós.

Deus diz em Filipenses 4: 6-7:  " Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus".

A razão pela qual é tão importante  entendermos a diferença entre pedir somente  e pedir e agradecer a benção já recebida é que ela mostra a posição da nossa fé.

Se continuarmos questionando porque ainda não recebemos o que estamos pedindo em oração, esse comportamento demonstra  que acreditamos que Deus escolheu não nos dar o que estamos pedindo  ou que nos sentimos indignos para poder recebê-lo.

No entanto, se permanecermos  agradecendo a Ele todos os dias pelo que Ele JÁ FEZ , isso fala de uma posição de fé que diz que Jesus já pagou o preço na íntegra, e nosso Pai Já nos deu.

Isso é como se a fé estivesse gritando para o inimigo que nós estamos nos recusando a ficarmos presos num lugar de incredulidade, mesmo que não estejamos vendo plenamente a manifestação da mesma. Portanto permaneça crendo com suas ações de graças diante do Seu Pai Celestial.

Em minha casa, ensinei os meus filhos a dizerem: "Por favor" e "Muito obrigado". Eu acredito que isso se compara a nossa fé, porque não importa o que as circunstâncias estejam demonstrando,  na Escritura Sagrada lemos: "Porquanto o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.   ". (Salmos 84:11).

Seu amigo,

                                                Alan Taylor

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net