90 - Nós já temos a Vitória

Nós já temos a vitória

        Uma das maiores coisas que já vi foi um sorriso. Eu descobri que há  coisas incríveis lá; talvez possa parecer estranho que um simples sorriso seja tão impactante para mim, mas é a verdade. Talvez eu esteja apenas ficando mais velho. Pode ser que eu tenha aprendido algumas coisas, ou mesmo pode ser ambas. A vida pode estar tão repleta de preocupações que manter um sorriso cativante em determinados momentos não é fácil e nos vemos muitas vezes a ranger os dentes, num semblante fechado. Isso acontece com muitos de nós, especialmente se estamos passando por momentos difíceis.

        Quando a vida nos dá momentos difíceis, isso pode nos empurrar para o modo de sobrevivência, onde um dia se transforma no próximo. No final do dia, estamos felizes por termos conseguido. Podemos nos concentrar tanto no problema que o mantemos a nossa frente o tempo todo, e isso nos faz perder a visão de todo o contexto.  Podemos sentir que estamos nos afogando e isso nos leva a nos concentrarmos  apenas na busca por  um sopro de ar. Tudo pode parecer tão difícil que ficamos perdidos em meio a tantas preocupações e nos esquecemos de que há esperança no futuro, em Deus.  Eu acredito que esta é uma das maiores táticas do inimigo para distrair os crentes, impedindo-os de  se moverem para a vitória.

       Ao ministrar ao longo dos anos, assisti muitas pessoas perderem a vitória por estarem tão concentradas em sua luta, olhando somente para as circunstâncias, ao invés de estarem mantendo o foco na vitória que estava por vir.  Por exemplo, eu conheci uma linda dama que recebeu uma sentença de morte do seu médico. Ela estava tão motivada para provar que ela tinha fé para ser curada, que ela não aceitava receber nenhuma ajuda, e se mantinha  determinada a não mostrar qualquer tipo de fraqueza. Eu tive um relance do que " não é fé"  observando o comportamento dela.

        Toda a sua vida passou a girar em torno de receber o seu milagre. O seu tempo com Deus estava apenas concentrado em sua necessidade de cura. Ela não permitia que a sua família se aproximasse, apesar de desejarem passar mais tempo com ela,  enquanto ela estava  passando por aquela luta. Ela agia dessa maneira  porque ela não queria dar nenhum sinal que parecesse que ela estava pensando que não seria curada. Em sua mente, passar mais tempo com sua família, era concordar que ela iria morrer, então ela os mantinha à distância. Eu entendi o seu raciocínio e vi o quanto que esse comportamento machucou a sua família e manteve  Deus à distância.

       Nunca devemos julgar as batalhas de ninguém, nem pensar que passar por batalhas seja um sinal de fracasso. Eu percebi que ela acreditava que deveria provar para Deus que tinha  fé,  para que pudesse ser curada, e isso fez com que ela se concentrasse em sua luta em vez de se concentrar em sua vitória, por meio de Jesus Cristo! Se eu pudesse voltar no tempo, eu compartilharia tudo isso com ela, encorajando-a a olhar para o futuro como sendo o lugar da sua vitória. O preço já foi pago por Jesus, e como diz em Salmos 84:11: "Porque o Senhor Deus é sol e escudo;  o SENHOR dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente".

       Eu diria a ela que não é falta de fé abraçar aqueles que estão a nossa volta, e que quando esses tempos difíceis nos atingem  descobrimos o que é realmente importante na vida e valorizamos as pessoas que estão em nossas vidas. Eu diria a ela que continuasse vivendo e desfrutando, diariamente, de tudo isso o tanto quanto possível, enquanto passava tempo construindo a sua fé.

       A fundação da nossa fé está sempre no que Jesus já fez. Finalmente, eu lhe diria para manter o seu coração e os seus olhos no  futuro e não no momento. Eu falaria:  Mantenha seus olhos em Deus e não na luta. "Olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus."(Hebreus 12: 2).

       Eu sei, na minha própria experiência, que muitas vezes me tornei tão auto-julgador em minhas provações. Fazendo perguntas como: Por que isso está acontecendo? Por que eu? O que estou fazendo de errado?.

       Saiba que Deus jamais enviará nada maligno para o nosso caminho. É fácil analisar demais e se auto-condenar em vez de procurar a esperança em Deus. Os tempos difíceis expuseram um medo dentro de mim, que dizia que eu não era digno da vitória. Embora eu pudesse contar tudo sobre a bondade de Deus, ainda sentia que a razão pela qual eu estava enfrentando uma época difícil era porque eu ainda não era bom o suficiente. Meus olhos começaram a olhar para mim e para o meu problema, ao invés de olhar para o trabalho perfeito do meu Salvador Jesus.

       Em Isaías 41:13 lemos: "Eu sou Deus; também de hoje em diante, eu o sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando Eu, quem impedirá?   ".

       Aprendi que só porque estou em um momento difícil, nem sempre é porque estou falhando e também  não significa que estou preso nisso para sempre. É por causa de Jesus que posso colocar TODA a minha esperança na vitória completa antes de estar totalmente nessa vitória.        Sabendo que não estou sozinho, e que mesmo nas minhas imperfeições Deus ainda está segurando a minha mão e  essa certeza faz com que um sorriso brote no meu rosto.

       Que coisa maravilhosa e surpreendente é poder ver no espelho esse sorriso no meio de uma batalha! Um sorriso construído sobre a esperança no que Jesus já fez. Não importa o que pareça, já ganhamos, e está correto trazermos um lindo sorriso em nossa face!

                                                                                                                   Alan Taylor

Imprimir Email

Offcanvas

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net